RADIOPOPFM

Radio Pop fm Parnaiba-Piaui - :

quinta-feira, 15 de maio de 2014

A defesa dos direitos da infância e da juventude obteve mais uma ferramenta, por meio do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, que foi apresentado na noite de quarta-feira (14) pela Prefeitura de Parnaíba através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEDESC). O plano vinha sendo desenvolvido desde 2005. O evento aconteceu no auditório do SESC Avenida e faz parte da programação alusiva ao dia 18 de Maio que é uma data de reafirmação nacional ao combate à exploração sexual infanto-juvenil.

APRESENTAÇÃO PLANO
 
PLANO
A secretária da SEDESC Flaviana Damasceno alertou para a necessidade do combate a violência e a exploração sexual a começar pela família, depois pela sociedade e pelo poder público. Este ano a campanha tem como tema “Defenda as Crianças e Adolescentes e Jogue Contra a Exploração Sexual”. Flaviana ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pela rede de assistência social de Parnaíba, bem como das organizações sociais. Entre as ações já realizadas, Flaviana chamou a atenção para o projeto Família que Protege, que vem sendo realizado nas escolas para identificar menores vítimas.
 
FLAVIANA
 
EQUIPE
 
AUTORIDADES
 
O prefeito Florentino Neto destacou uma medida importante do executivo quanto ao enfrentamento à violência doméstica que é um plano de implementação de ações em combate a esta realidade. O projeto de Combate à Violência Doméstica foi apresentado à União Europeia e aprovado, por conta disso o município deverá receber a contribuição de quatro mil euros mais a contrapartida da prefeitura em favor do ambiente familiar. O projeto teve respaldo junto à embaixada europeia.
 
MESA
 
PÚBLICO
 
Na ocasião foi entregue o prêmio Faça Bonito ao diretor para a Integração das Políticas de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Raimundo José da Silva Santos, pelos relevantes serviços prestados, ocasião em que foi apresentada sua trajetória de vida pessoal e profissional com ênfase nas ações desempenhadas em favor da infância.
 
PRÊMIO
 
ABRAÇO
 
RAIMUNDO
 
A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania vai realizar às 16h desta quinta-feira (15) a Caminhada da Flor Amarela saindo do colégio Lauro Corrêia, na avenida Álvaro Mendes, Bairro Nova Parnaíba com destino a Concha Acústica para realização do show Faça Bonito.
O prefeito Florentino Neto recebeu na manhã desta quinta-feira (15) um grupo composto por vereadores que acompanhavam proprietários de trailers e quiosques. Os comerciantes vieram pedir ajuda do poder executivo para resolução do problema referente à retirada de estabelecimentos comerciais de praças e logradouros públicos, determinada pelo Ministério Público.
 
t2
 
Sensível à solicitação dos comerciantes, o prefeito sugeriu a formação de uma comissão para que se inicie de imediato um diálogo com o Ministério Público no intuito de discutir medidas que, sem infringir a recomendação e a legislação municipal, possam também levar em consideração a necessidade de manutenção da renda dessas pessoas.
 
Além da formação desta comissão, composta em sua maioria por cinco comerciantes além de três representantes do poder Executivo e dois do Legislativo, o prefeito redigiu um ofício direcionado ao promotor de Justiça, Antenor Filgueiras Lobo Neto, solicitando a dilatação do prazo de mais 60 dias estipulado para retirada dos estabelecimentos.
 
t1
 
O grupo saiu satisfeito com a possibilidade de participarem da construção da resolução do problema, uma vez em que não há contestação à medida, mas a pretensão de adequá-la à realidade proposta pelas normas urbanísticas da municipalidade.
Em entrevista coletiva concedida na tarde dessa quinta-feira (15) o prefeito Florentino Neto e o superintendente em exercício da Caixa Econômica Federal, Raimundo Nonato Andrade do Nascimento, responderam sobre o programa Minha Casa Minha Vida que contemplará mais 982 famílias com unidades habitacionais a serem entregues pela presidenta Dilma Roussef nesta sexta-feira (16) em Parnaíba. A chegada está prevista para às 16 horas.
 
4 (1)
 
Florentino Neto destacou a visita da presidenta Dilma à cidade como motivo de satisfação, não somente pela realização do ato da entrega de casas populares em uma ação de promoção do acesso a moradia, mas pelo amplo apoio financeiro para obras estruturantes na cidade durante o seu governo. O prefeito ressaltou ainda os benefícios que o Minha Casa Minha Vida trazem para Parnaíba no aspecto da moradia, empregabilidade e aquecimento da economia local no setor da construção civil.
 3 (1)
 
Além das casas a serem entregues nessa etapa outras 1.032 unidades serão entregues posteriormente no Conjunto Residencial Dom Rufino. Em uma outra etapa também serão entregues mais 1.472 apartamentos no residencial Dunas de Parnaíba.
 
Para o superintendente da CEF, o Governo Federal investiu somente no Residencial Dom Rufino, destinados a famílias com renda de R$ 1.600 um total de R$ 44,19 milhões com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial, o que proporciona uma notável melhoria na qualidade de vida de milhares de famílias.

Governar também é descascar abacaxis e engolir sapos”, diz Zé Filho

  
O governador Zé Filho (PMDB) falou sobre o seu primeiro mês na principal cadeira do palácio de Karnak.

 
- Tem muita gente que não sabe, mas governar é descascar abacaxis e, nas pausas, ter de engolir muitos sapos.

 
- Governar o Piauí é um ato político. Não sou de discurso, sou de ação. Eu não falo de política, eu faço política.

 
- Nem eu nem ninguém está inventando a roda. O PMDB sempre foi assim, com muitas opiniões diferentes.

Kalberto Rodrigues/Ccom

- Eu não preciso de manchete na mídia. Tenho de gerar boas notícias é da administração do Estado.

 
- Não adiante ninguém querer me jogar contra ninguém. Não tenho tempo para futrica política.

 
- Administrar é resolver problemas. Comandar a máquina do Governo requer muita habilidade.
 
- Se cobra de um governador soluções administrativas e políticas em todas as áreas. Mas poucos trazem sugestões e ideias, muito menos soluções.


Em 15/05/14, 16:15 
15/05/14, 15:21

Juíza ouve testemunhas do caso de médico acusado de matar 5 em Altos

A juíza Andréa Parente Lobão ouviu nesta quinta-feira quatro testemunhas do caso do médico Marcelo Martins de Moura, acusado de matar cinco pessoas da mesma família em um acidente de carro em junho de 2012. Esta foi a primeira audiência do caso após dois anos. Foram ouvidos dois policiais rodoviários federais, uma moradora das proximidades do local do acidente e o irmão do médico, Lucas Martins, que estava com Marcelo no dia do acidente, todos indicados pelo Ministério Público Estadual.

Evelin Santos/CidadeVerde.com

O médico esteve no local com os advogados, mas não prestou depoimento. Familiares das vítimas fizeram uma manifestação silenciosa na porta do fórum com faixas e cartazes que pediam justiça pela morte dos parentes. Edinei Barbosa Lima, filho do casal Bernardete Barbosa de Moura Lima e Leonidas Pereira Lima, vítimas do acidente, participou da audiência e informou ao Cidadeverde.com que os depoimentos confirmaram o envolvimento do médico no acidente.

"O irmão afirma que ele estava na festa no dia do acidente, que eles realmente beberam e que o irmão invadiu a preferencial", descreveu Edinei.



Uma nova audiência está marcada para o dia 11 de junho onde será ouvida uma nova testemunha do Ministério e os advogados de defesa. A família pede mais rapidez no julgamento e pede uma condenação exemplar.

"A gente pede mais rapidez e que a decisão condene ele e que seja o mais severa possível. Não conseguimos entender essa lentidão", concluiu Edinei.

Relembre o caso

Um grave acidente vitimou cinco pessoas da mesma família  por volta das 4h do dia 9 de junho, no local conhecido como Volta do Capote, entre as cidades de Altos e Campo Maior, na altura do Km 303 da BR 343. Uma criança de apenas dois anos de idade estava entre as vítimas.

Os mortos foram: Leodivan Pereira Lima, 45 anos, Bernadete Maria Lima, 50 anos, Leonidas Pereira Lima, 50 anos, Rita Teixeira Soares Lima, 40 anos e uma criança de três anos que ainda não foi identificada. Todos eram naturais da cidade de Regeneração (147 quilômetros de Teresina). Eles são parentes do jornalista Renan Soares, da assessoria de imprensa da Secretaria de Educação do Estado.

Carro da família

O condutor da Hillux, Marcelo Martins de Moura, 26 anos, que não sofreu lesões graves nem prestou socorro às vítimas, conseguiu fugir do local do acidente de carona num Fiat Palio e se dirigia para Teresina.

Algum tempo depois ele foi abordado e preso por omissão de socorro. Apresentava sinais característicos da embriaguez alcoólica, porem se recusou a fazer o teste do bafômetro quando solicitado pelos agentes da PRF.

Carro do médico

O acusado teria passado para a contra-mão quando era faixa contínua, o que é proibido. Um inquérito foi aberto pelo polícia local para investigar se o acidente se trata de homicídio culposo (sem intenção de matar) ou com dolo eventual (assume o risco de matar).

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com
15/05/14, 18:07

Pai de escrivã morta desabafa: “nossa família está destruída”

Esta é a segunda tragédia na família. Em dezembro de 2013, irmão de Louane morreu em desastre aéreo em Teresina.

“A família está destruída”, desabafou Flávio Veina Thé, pai da escrivã piauiense Louane Maranhão da Silva Thé morta no início da tarde desta quinta-feira (15) em Caxias (MA). A vítima recebeu golpes de faca enquanto trabalhava, colhendo depoimento de um acusado de estupro, na sede da Delegacia de Proteção a Mulher do município maranhense.

Fotos: Lucas Marreiros/Especial para o Cidadeverde.com

O acusado do homicídio é o gari Francisco Alves da Costa que foi denunciado pelas filhas, uma de 20 e outra de 17 anos, por prática de abuso sexual. Ele também feriu a investigadora Marilene Almeida. Ao ouvir gritos de Louane, a agente civil ainda tentou socorrê-la, mas foi esfaqueada na região do abdômen. 


“Ela vivia para o trabalho. Gostava de estudar e era educada. A mãe dela e eu estamos mortos. Essa é a segunda tragédia na família em menos de um ano. Também tive um filho que morreu na queda de um avião no mês de dezembro em Teresina”, conta o pai da vítima.

Foto: Reprodução/Facebook
Louane Maranhão Thé.

Loune morreu no local. O carro dela ainda está estacionado na frente da delegacia onde trabalhou por cinco anos. Ainda na tarde desta quinta-feira, familiares da vítima tiveram reunião com o delegado regional Celso Álvares Rocha.

Local do crime.

“O sonho da vida dela era ser policial. Tudo foi destruído. Agora, só tem uma filha. Mesmo assim, acredito que será feita justiça”, falou o pai de Louane após ver o local onde a filha foi morta e encerrar as entrevista com a imprensa que estava no local. 

Carro da vítima.

Foto: Reprodução/Whatsapp
Acusado da morte.

Matérias relacionadas:
Lívio Galeno
Com informações de Solange Sousa
liviogaleno@cidadeverde.com

quarta-feira, 14 de maio de 2014

14/05/14, 14:34

Wilson Martins: “PSB e eu faremos tudo para ter o apoio do governador”

O ex-governador, e pré-candidato ao Senado Federal, Wilson Martins revelou, em entrevista no Jornal do Piauí desta quarta-feira (14), que conta com o apoio de Zé Filho no pleito deste ano. À imprensa, o chefe do executivo não comenta em quem votará ao Congresso. 

Foto: Reprodução TV Cidade Verde

“Do que depender do PSB e do Wilson Martins, vamos fazer de tudo para estarmos juntos. Torço para que o compromisso feito lá atrás seja honrado. Mas não conto com a perspectiva dele [governador] rachar com a chapa”, analisa Wilson Martins.

O pré-candidato falou, ainda, sobre assuntos tratados em reunião recente com Zé Filho. Eles se encontraram na data em que o novo governador completou um mês a frente do Palácio de Karnak e da administração estadual.

“Tratamos da vida, de possibilidade de pleito em 2014, gestão pública. Não percebi nenhum estranhamento da minha parte ou da parte dele”, revelou o ex-governador.

Crise financeira
Wilson Martins comentou críticas de que teria entregado o governo do Piauí com problema nas finanças. Para o ex-gestor, comparações e críticas de um novo governador e seu antecessor são inevitáveis, porém, normais.


“Quando assume um governo é tendência natural de se ter uma crítica e se falar em algo que deve ser corrigido. Foi assim comigo. Foi duro segurar as críticas para evitar crise já que recebi o governo de um aliado. Mas é preciso que as pessoas tenham paciência e cautela ao analisar um governo anterior”, revela.

O pré-candidato voltou a afirma que recebeu Estado em condições financeiras “precárias” e que entregou melhor. “Entregamos o Piauí muito melhor, em condições de equilíbrio melhor, do que encontrei”, disse. 

Críticas a senadores
“Não consegui recursos federais. Os senadores poderiam ter me ajudado mais. Eles podem até ter contribuído, mas eu queria mais ajudas. Os senadores não me ajudaram. Também não deixei obras inacabadas. Deixei recursos para conclusão. Isso é diferente de obra paralisadas. Não deixei obras com problemas judiciais como encontrei”, defende Wilson Martins.

Lívio Galeno
liviogaleno@cidadeverde.com